Giardiase. Entenda!!!

MAER SHALAL HAS BAS

EFATÁ

Olá papais e mamães!!!!!!

Cliquem nas imagens, recheadas de arquivos veterinários para aumentar ainda mais a qualidade de informações para nossos papais

Hoje colocarei em pauta um assunto um pouco não muito agradável, porem muito necessário tanto para criador, como para proprietários de nossos mocinhos: Giardiase.

Muitos acham que giardíase é uma doença vinda de um verme, outros pensam ser uma doença contagiosa e ainda outros pensam ser uma doença corriqueira e sem muitos agravantes;

Entenda diferença entre

verme e protozoário

Os protozoários são organismos eucariontes (com núcleo celular organizado), unicelulares, principalmente heterotróficos (que não realizam a fotossíntese), mas incluindo alguns autotróficos e com locomoção própria, quer utilizando cílios ou flagelos, quer com movimento amebóide.

Chama-se verme qualquer animal com o corpo alongado e/ou achatado e sem esqueleto interno ou externo. Não possuem membros, embora possam ter apêndices reduzidos na superfície para a locomoção.

Conhecendo a doença

Vale à pena lembrar que giardíase, se não tratada pode levar o animal `óbito, ou seja, já se é descartada a ideia de que essa doença seja sem agravantes. Porem , ela é mais comum do que se possa imaginar, infelizmente.

A giardiase é uma doença zoonose, ou seja, pode contaminar tanto nossos mocinhos e gatinhos como humanos, por isso, sempre se é melhor prevenir para que não ocorra a doença, mas antes de tudo , se é necessário conhece-la para conseguir controla-la para proteger nossos mocinhos e nossa família.

Para se entender o que é a giardíase, ela vem de um parasita protozoário que se alimenta dos nutrientes que o animal ingere, se o animal não tem uma suplementação na alimentação, aos poucos ele vai perdendo o apetite, já que para o organismo dele , não está indo nutriente nenhum (apenas alimentando o protozoário), a parede estomacal dele vai- se aos poucos ficando menos dilatada e mandando para o cérebro , menos informações de apetite. Como o cão não mais se alimenta devidamente, o protozoário começa à se alimentar de nutrientes dos ossos e musculatura deixando ele sonolento e amoadinho , até o animalzinho entrar em óbito .

Contaminação

Para isso é necessário uma prevenção , diária e periódica para que não haja indícios dessa doença, principalmente em canis.

Porem o contagio dessa doença é muito mais fácil que se possa imaginar : O animal com essa doença expele, pelas ,fezes os “císticos” que são , digamos para um melhor entendimento, os “ovinhos” que o protozoário coloca para fora , eles são incrivelmente resistente c om excesso de sal e produtos que contenham quaternário de amônia , que por fim , consegue quebrar as células dele. Então o nosso mocinho pisa neles, lambem a patinha e pronto! Eis que mandou eles p dentro, então pela temperatura corporal do animal , esses císticos desenvolvem-se ate tornar-se protozoário.

Agora você pode estar se perguntando, então se eu não levar meu cão para a rua ou quando leva-lo apenas no colo , ele estará livre dessa doença? NÃO!!! ..Como essa doença é de fácil contagio , é obvio q 99.99% dos cães de rua são , ou seja, você mesmo pode levar essa doença para casa.Como? simples : os císticos são muito resistente , apenas o sal e produtos que contenham quaternário de amônia que conseguem quebrar as células deles. Entao quando um cãozinho de rua faz cocô c os císticos, esse cocô pode estar já ressecado, a chuva lavou, o vento secou , as fezes podem nem mais estar lá, mas os císticos estão...assim você anda pela rua , traz em seu próprio calçado inúmeros císticos, entra em sua casa limpinha, pisa , seu cãozinho pisa também, ele lambe e...pronto! temos um cãozinho com giardíase!.

DIAGNOSTICO

É muito fácil de saber que seu peludo está com a doença no inicio dela, o coco aparece geralmente mole e com sangue, por isso sempre fique “de olho” no cocozinho dele. Até pq , quando o protozoário já está mais fortalecido e resistente , é comum o coco aparecer normal, ou seja, durinho então pode-se passar desapercebido . para se ter certeza da doença , leve seu mocinho ao veterinário , logo este pedirá o exame de fezes e a partir do diagnosticado confirmado, então o tratamento .

No caso se houver mais que 1 animal na casa , obviamente que as chances de que todos os outros estão com a doença é grande, então diagnosticada a doença em um, converse c o veterinário porque muito provável será o tratamento para todos.

PREVENINDO GIARDIASE

Para a prevenção é necessário em primeiro lugar , sempre suplementar seu cãozinho , isso ajudará à ter mais resistência se, porventura, o protozoário desenvolver em seu organismo.

Também é o caso de higienizar diariamente a casa com produtos que possuam quaternário de amônia , encontrados em petshop . Periodicamente vacina-lo contra a doença e por prevenção , pedir para o veterinário de seu cãozinho uma medicação para ele tomar de 6 em 6 meses, retornando a lembrar : como giardíase não é um verme , logicamente não são vermífugos comuns que irá responder positivamente à uma prevenção contra a doença

Lembrando que, principalmente para raças de pequeno porte, é muito comum a fase final da doença ser diagnosticada em hipoglicemia, já que o cocô está normal e o cãozinho apresenta apenas fraqueza e muita vontade de dormir , por isso na se descuide um só dia de seu mocinho , pois observando diariamente seu temperamento, apetite e por fim cocozinho , você conseguirá levar informações extremamente relevantes p o veterinário saber como proceder.

Tratamento

Esse texto nada mais é que informações adequadas para papais e mamães poder entender como lidar com a prevenção e suspeita da doença. quando se há algum indicio de alguma agravancia semelhante à ao q menciona o texto, então é momento de procurar o veterinário para fazer exames de fezes e assim diagnosticar a doença de forma correta, e assim , o tratamento adequado, lembrando que o tratamento para giardiase é necessário medicamentos receitados por um veterinário , então nada de medicar nosso mocinho sem previa autorizada do profissional para assim , não camuflar e até mesmo agravar o quadro dele.

Lembrando : Nem sempre o tratamento de um mocinho será positivo para todos , por isso temos veterinários instruídos para orientar da melhor forma , quando o assunto é remédio !

Com todo carinho escrito para todos papais que passam o dia vigiando cocozinho de nossos mocinhos, perdendo noites de sono à fim de cuidar da melhor forma., Assim como nossa mamãe Flavia e sua mocinha luna.

MAER SHALAL HAS BAS

EFATÁ


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
logo ryan de luz

Siga nossas redes sociais

Pet de Luz / Ryan de Luz - CNPJ: 13.308.801/0001-60

R. Jabaquara 281 - Paraíso - Santo André - SP